Rugby Mania

Guto Senra

Jogou na segunda geração Guanabara Rugby no Rio de Janeiro durante cinco anos, ajudando a formar este e muitos outros times locais, bem como o Volta Redonda Rugby Clube da sua cidade natal. Acabou se profissionalizando fora dos campos durante as comemorações. Desde que se desligou das competições, vem colaborando com Rugby Mania e ajudando na divulgação do esporte e praticando sempre que possível seu esporte preferido, o Terceiro Tempo. Hoje integra o elenco a primeira linha do Carioca Rugby F.C. Hoje integra efetivamente a equipe da Rugby Mania e voltou a jogar no seu clube. Neste meio tempo, criou o O´Jays Beach Rugby com outros veteranos e não pretende parar por aí. Contato: guto@rugbymania.com.br

Twitter Guto Senra

COPACABANA TERÁ UM CAMPO DE RUGBY

junho 18, 2015 às 09:05h
DestaqueNacionaisNotícias
Tags: , , ,

Um projeto pretende colocar o rugby em cerva de mil escolas da rede pública e privada. Depois de 92 anos, o esporte volta aos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

No dia 24 de um campo de rugby será inaugurado na paisagem da Praia de Copacabana. Depois de 92 anos, a modalidade volta a fazer parte dos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio. A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e a World Rugby (Federação Internacional) inauguram a quadra às 9h30, onde a estrutura fixa, com as traves como as de futebol que já existem nas areias, vão ficar instaladas na altura da Avenida Princesa Isabel.

Para a inauguração, estarão presentes jogadores e treinadores da Seleção Brasileira, masculina e feminina de Rugby Sevens (modalidade olímpica). Estarão presentes também o CEO da World Rugby, Brett Gosper, e o chairman, Bernard Lapasset, e o presidente Sami Arap Sobrinho e o CEO Agustin Danza da CBRu. Depois da solenidade de inauguração, será disputada uma partida amistosa entre os jogadores brasileiros.

Além desta iniciativa, no mesmo dia, é inagurado o projeto Impact Beyond, que tem como objetivo principal colocar o rugby em cerca de mil escolas da rede pública e privada do Rio de Janeiro. Segundo a Confederação Brasileira de Rugby, este será um dos maiores legados olímpicos que ficarão para a cidade e claro, para todo país. Será na arena Deodoro, na Zona Oeste, onde em 2016 serão disputadas as partidas de rugby dos Jogos Olímpicos, será oferecida uma clínica de iniciação ao rugby para 500 crianças.

Não é a primeira vez que Copacabana cede a um evento voltado para o Rugby. Em Janeiro as areias da Zona Sul foram palco da 10ª edição do Rio Beach Rugby, evento organizado a mais de dez anos pelo Rio Rugby, um dos principais times do Rio de Janeiro.
rugby_copacabana_rugbymania_thompson_stelle1
rugby_copacabana_rugbymania_thompson_stelle
Times de todo Brasil vem ano após ano prestigiar a iniciativa do Rio Rugby. A praia é um dos primeiros contatos que os jogadores na cidade têm com o rugby. Graças a eventos deste porte que muitas equipes cariocas se formaram.

Recentemente, a equipe feminina da Nova Zelândia esteve presente nas areias de Copacabana para um workshop com os times locais. O Rio de Janeiro começa a tomar os contornos de um ponto de referência do esporte da bola oval.

São Paulo pode ter a maior concentração de clubes, mas o Rio de Janeiro tem duas grandes vantagens. Potencial de crescimento em nível expotencial, e claro, uma bela paisagem.

A praia proporciona uma experiência que aumenta a resistência e vigor dos praticantes. Embora as competições locais sejam feitas tradicionalmente na grama, os times cariocas não possuem acesso aos gramados e acabam usando as areias para treinar suas equipes. O que incialmente é uma dificuldade, gera na realidade uma grande vantagem física.

 
Mais informações nas páginas da CBRu e World Rugby em:
brasilrugby.com.br
worldrugby.org

Compartilhe
Facebook Twitter Email Delicious

Comente

*
*

Cadastre-se em nossa newsletter E-mail