Rugby Mania

Paul Tait

Paul começou a escrever para RugbyMania em 2008. Nascido na Nova Zelândia, mudou-se para o Brasil após encontrar sua esposa brasileira nos EUA, quando trabalhava por lá em 2002. Ele mora permanentemente aqui desde 2006. Seu maior interesse é ver mais equipes competindo em alto nível para termos melhores mundiais de rugby. Paul escreveu um livro Rugby World Cup Argentina 2023 que foi publicado em 2012. Contato: paul_tait@rocketmail.com

Twitter Paul Tait

Copa do Mundo 2015: 45% dos países jogarão no País de Gales

julho 24, 2013 às 20:33h
InternacionaisNotícias
Tags: , , , , , , , ,

England 2015 - nome enganosa

England 2015 – nome enganosa

Com a Inglaterra no grupo A junto com a Austrália, País de Gales, Fiji (Oceania 1) e o vencedor do play-off winner (possivelmente a Rússia e Uruguai), a Inglaterra não poderia enfrentar o terceiro colocado na abertura do torneio. O dono da casa e o dragão no mesmo grupo, foi uma notícia terrível para os organizadores e significou que a utilização do Millennium Stadium para jogos de alto nível deve ser reavaliado.

Mesmo que o Welsh Rugby Union (WRU) pediu permissão para País de Gales jogar em casa contra Austrália e Inglaterra o Rugby Football Union (RFU) nunca ia aceitar um jogo da Inglaterra em Cardiff. Com o jogo em casa contra os Wallabies em Twickenham, seria muito difícil para os organizadores justificar a Austrália jogar contra País de Gales no Millennium.

Se isso tivesse acontecido, teria sido uma vantagem enorme tanto para a Inglaterra e do País de Gales com ambos tendo melhores chances de avançar do grupo da morte jogando em seus estádios. Por essa razão, o Millenium Stadium não foi utilizado no jogo entre País de Gales e os australianos. Os dois jogos vão ser em Londres, a cidade que Inglaterra também enfrentará Fiji (Oceánia 1) no estadio de Twickenham. Será o primeiro jogo do torneio e um começo maçante.

Insatisfeito com as possibilidade o Australian Rugby Union (ARU) abriu sua boca para deixar sua opinião claro. O ARU pediu para País de Gales não jogar qualquer jogo em casa. “Gostaríamos de considerar altamente inapropriado que País de Gales jogar qualquer um desses dois partidos em casa. Inglaterra é o organizador, não Gales “, disse um porta-voz da ARU

Mesmo que o desejo de Austrália foi cumprida, a resolução não foi absoluta. Dos vinte países que competem no mundial de 2015, nove deles vão ter jogos da fase de grupos em Cardiff – o capital de País de Gales. Eles são Américas 1, Austrália, Europe 1, França, Irlanda, Nova Zelândia, Oceania 1, o Play-Off Winner e País de Gales. Sem chance reais para a quantitate aumentar porque  o Millennium Stadium vai sediar dois quartos de final. O vencedor do Grupo C e D segundo também viajar ao País de Gales.

Com a Argentina tendo chances de avançar, o número de equipes jogando fora da Inglaterra chegaria a 50%. Se a Itália também for conseguir avançar, em vez da França ou Irlanda, o numero de selecionados seriam 11 ou 55% com jogos na Inglaterra 2015 jogando fora.

Argentina, por sua vez, poderia organizar RWC 2023 sem a necessidade de receber partidas fora do seu território.

Compartilhe
Facebook Twitter Email Delicious

Comente

*
*

Cadastre-se em nossa newsletter E-mail