Rugby Mania

Guto Senra

Jogou na segunda geração Guanabara Rugby no Rio de Janeiro durante cinco anos, ajudando a formar este e muitos outros times locais, bem como o Volta Redonda Rugby Clube da sua cidade natal. Acabou se profissionalizando fora dos campos durante as comemorações. Desde que se desligou das competições, vem colaborando com Rugby Mania e ajudando na divulgação do esporte e praticando sempre que possível seu esporte preferido, o Terceiro Tempo. Hoje integra o elenco a primeira linha do Carioca Rugby F.C. Neste meio tempo, criou o O´Jays Beach Rugby com outros veteranos e não pretende parar por aí. Contato: guto@rugbymania.com.br

Twitter Guto Senra

Tupis derrotam as Serpentes mexicanas por 50 a 14 em São José dos Campos. Segundo amistoso do Desafio Heineken será no sábado (20), às 16h, em Santo André

abril 17, 2013 às 08:30h
DestaqueNacionaisNotícias
Tags: , , ,

A terça-feira (16) foi de festa no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. Com o apoio de mais de 5 mil pessoas, a seleção masculina de rugby derrotou o México por 50 a 14. O amistoso é o primeiro do Desafio Heineken, série de duas partidas preparatórias para o Campeonato Sul-Americano de primeira divisão, o chamado Consur A. O torneio, considerado o mais importante da modalidade no continente, será disputado entre os dias 27 de abril e 4 de maio nas cidades de Temuco (Chile) e Montevidéu (Uruguai), e também servirá como eliminatória sul-americana para a Copa do Mundo de Rugby de 2015, na Inglaterra.


O primeiro tempo começou com o Brasil no ataque e logo aos oito minutos, Tcheus abriu o placar com um try, convertido pelo capitão Leco, que pouco tempo depois converteu um penal. Aos 21 minutos, Diegão chegou ao in goal mexicano, ampliando o placar para 15 a 0. O México pressionou no fim da primeira etapa e Pascal Nadaud marcou um try para as “Serpientes”, saindo para o intervalo com o marcador apontando 15 a 7.

Logo nos primeiros minutos do segundo tempo, Leo Frota fez mais um try para o Brasil, convertido por Leco. Mas o México não se abalou e partiu para o campo de ataque chegando duas vezes bem próximo do in goal brasileiro. A defesa Tupi suportou bem a pressão e aos 18 minutos, Leo Frota marcou novamente um try, convertido por Leco. Os mexicanos impediram bem, mas Eddy Pecapedra e Nelsinho furaram a defesa, ampliando a vantagem com dois tries. Os mexicanos conseguiram arrancar mais um try aos 35 minutos, mas já não havia mais tempo para reação. Diegão fechou o placar com um try no minuto final, encerrando a partida em 50 a 14.

“Foi uma ótima partida, especialmente para os mais jovens. Eles se desenvolveram bem nos amistosos na Argentina mês passado e hoje mostraram um jogo de alta performance. Na próxima partida, precisamos começar bem e manter um jogo com velocidade”, comentou o neozelandês Scott “Razor” Robertson, técnico do Brasil.

Apesar da derrota, os mexicanos saíram de campos satisfeitos com a estreia diante do Brasil. “O nosso objetivo não é o resultado numérico e sim construir uma equipe para o futuro. Temos um grupo jovem, com média de idade de 22 anos. Hoje estamos em um nível técnico inferior ao Brasil, mas pretendemos ter uma equipe sólida a médio prazo”, explicou Ruben Duque, treinador do México.

O prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida, conferiu de perto as emoções da partida e ressaltou a importância do rugby para o Vale do Paraíba e para o esporte nacional. “São José já tem tradição nos esportes, a cidade é referência na modalidade e gostaríamos de sediar outras competições internacionais. Essa parceria com a Confederação Brasileira de Rugby é fundamental para a cidade e esperamos que ela continue”, afirmou.

Notícia publicada na página da Confederação Brasileira de Rugby.

Compartilhe
Facebook Twitter Email Delicious

Comente

*
*

Cadastre-se em nossa newsletter E-mail