Rugby Mania

Paul Tait

Paul começou a escrever para RugbyMania em 2008. Nascido na Nova Zelândia, mudou-se para o Brasil após encontrar sua esposa brasileira nos EUA, quando trabalhava por lá em 2002. Ele mora permanentemente aqui desde 2006. Seu maior interesse é ver mais equipes competindo em alto nível para termos melhores mundiais de rugby. Paul escreveu um livro Rugby World Cup Argentina 2023 que foi publicado em 2012. Contato: paul_tait@rocketmail.com

Twitter Paul Tait

França confirma a cronograma de novembro

março 18, 2013 às 10:22h
InternacionaisNotícias
Tags: , , ,

camille-lopez

Camille Lopez – o futuro abertura azul

Em junho de França vai jogar três testes na Nova Zelândia. Ele ainda está para ser conhecido se a França vai enviar seus melhores jogadores ou não. Com cansaço de uma longa temporada de Top 14 de rugby é comum que alguns jogadores de elite não jogar. No caso da França, em 2013, este é o ideal porque Phillipe de Saint-André (PSA) precisa de melhores resultados. Ele tentou alguns jogadores novos, mas, em grande parte deixou de fazer o que é necessário. Um exemplo claro é Frédéric Michalak, que com mais de 30 anos não é um titular regular (na posição de abertura) para o seu clube, Toulon. Michalak não vai jogar em junho, porque ele sofreu uma lesão contra Escócia no sábado. Ele vai voltar para jogar no Top 14 mas mas para junho, ele vai ter a certeza de estar descansado. No lugar de Michalak PSA deve selecionar o estreante Camille Lopez, que atualmente está jogando muito bem para Bordeaux-Begles.  

Lopez é um jogador jovem e muito talentoso. Ele não tem o mesmo perfil que os outros, porque o seu clube está perto do fundo da classificação. Ele joga no mesmo time do Puma Nicolás Sánchez e entre eles não há espaço para ambos ser titulares. O resultado é que Lopez pode mudar de clube e parece que sua destinação nova vai ser Perpignan. Gostaria de sugerir que Lopez vai jogar para a França de abertura em novembro, possivelmente em combinação com Maxime Machenaud. Um ano atrás, essa combinação foi impossível, mas hoje é claro que a equipe francesa precisa de mudanças radicais ou não vai ser capaz de preparar bem o suficiente para a Copa do Mundo. O par poderá começar no primeiro jogo da França de novembro – contra os All Blacks. Se for assim, então isso significaria que uma combinação provável para enfrentar Tonga na semana seguinte seria Morgan Parra e François Trinh-Duc, a combinação de partida para a maior parte do período de 2008-2012. Para a França recapturar sua mágica então Lopez precisa ser testado. Junho é o seu tempo.

França vai disputar três provas em novembro. PSA deve implementar mudanças. Ele deve encontrar o equilíbrio certo, porque agora a única coisa confirmada é que a França tem um scrum grande e um primeiro centro excelente. Para junho, ele deve escolher jogadores para o futuro e jogadores que podem vencer contra a Nova Zelândia. Muitos nomes do Seis Nações, portanto, não será incluído.

09 de novembro França x Nova Zelandia
16 de novembro França x Tonga
23 de novembro França x África do Sul

Compartilhe
Facebook Twitter Email Delicious

Comente

*
*

Cadastre-se em nossa newsletter E-mail