Rugby Mania

Caio Carvalho

Paulistano, nascido em 1986, e apaixonado por Rugby em todos os sentidos. Sou Primeira Linha, comecei a jogar em 2005. Em 2009 fiz o curso de coaching nível 1, em 2010 o de auxiliar de arbitragem, e em 2011 o de arbitragem nível 1. caio@rugbymania.com.br

Twitter Caio Carvalho

Fim de semana de clássicos regionais pelo Super 10

setembro 1, 2012 às 09:11h
NacionaisNotícias
Tags:

Bandeirantes e Pasteur se enfrentam na tarde deste sábado. No mesmo horário, Desterro e Curitiba Rugby/Unibrasil medem forças no sul do País. SPAC recebe o Farrapos enquanto o São José pega o Rio Branco.

A fase decisiva do Super 10 – Campeonato Brasileiro de Rugby 1a. Divisão será aberta com dois clássicos regionais neste sábado (1). O torneio de elite do rugby nacional terá, nas quartas de final, Bandeirantes e Pasteur, em São Paulo, e Desterro e Curitiba Rugby/Unibrasil, em Florianópolis. Quem vencer avança às semifinais, por isso os jogos ganham ainda maior importância. Completam a rodada SPAC e Farrapos, na capital paulista, e São José e Rio Branco, no Vale do Paraíba.

O duelo paulista entre Bandeirantes e Pasteur levará para o campo cinco títulos nacionais, três do Band e dois dos galos. Os dois fizeram uma das semifinais no ano passado. A partida será no Clube das Arcadas (Band Arena), às 15h. “Esperamos um jogo duríssimo e acredito que o embate físico será um dos principais fatores da partida. O campo deles não é muito grande e por isso treinamos novas táticas, já que a forma como jogamos não favorece muito a criação de espaços”, explica Teco, treinador do Pasteur.

Vice-campeão em 2011, o Bandeirantes tem apresentado um desempenho irregular neste ano. Segundo as estatísticas da Confederação Brasileira da Rugby (CBRu), o poder ofensivo do clube foi bastante reduzido. Em 2011, foram 187 pontos marcados, sendo 28 tries convertidos, contra 94 pontos e apenas 9 tries neste ano. A defesa também sofreu em 2012. Foram 99 pontos conquistados pelos adversários, contra 45 na temporada passada. Já o Pasteur, chegou ao Super 10 motivado pela conquista do Campeonato Paulista. Entretanto, depois de vencer os dois primeiros jogos com ponto bônus ofensivo (4 ou mais tries marcados no jogo), os galos tropeçaram duas vezes e encerraram a fase de grupos na terceira colocação do grupo amarelo.

Na região sul, o Curitiba Rugby/Unibrasil mostrou que está evoluindo, em especial na defesa. Segundo dados da CBRu, os paranaenses conquistaram 3 bônus defensivos (diferença de 7 ou menos pontos na derrota) e a quantidade de pontos e tries sofridos diminuiu. Foram 62 pontos sofridos contra 114 no ano passado. Entretanto, a boa atuação no setor não se converteu em resultado, já que na primeira fase, o clube sofreu três derrotas e ganhou apenas uma partida. Em situação oposta está o Desterro. O time catarinense foi quem mais cresceu na fase de grupos, com uma derrota na partida de estreia, por apenas um ponto de diferença para o São José e três vitórias consecutivas, incluindo duas fora de casa.

“Quando começamos, o Curitiba Rugby era o principal adversário a ser batido. Neste ano, jogamos duas vezes pela Taça da Amizade, ganhamos uma e perdemos a outra. Será um jogo de muita rivalidade. Mas vamos com força total, assim como estamos fazendo em todos os jogos e esperamos sair bem sucedidos”, comenta Daniel Xavier, treinador do Desterro.

Os outros jogos prometem duelos equilibrados. O São José, líder do Grupo Amarelo com 100% de aproveitamento, recebe no Vale do Paraíba o Rio Branco no Teatrão às 15h30.  A outra partida das quartas, entre SPAC e Farrapos, de Bento Gonçalves, será às 15h, na capital paulista.

Decisão do 9° lugar – O fim de semana também será de decisão para Niterói e BH. Últimos colocados da fase de grupos, as equipes se enfrentam neste domingo (2), às 13h30 no Campus Gragoatá da da Universidade Federal Fluminense (UFF), pela partida que vale o nono lugar do torneio nacional. O perdedor irá disputar contra o campeão da Copa do Brasil – Brasileiro de Rugby 2ª Divisão a permanência na divisão principal do Super 10 2013.

No ano passado, Niterói perdeu para o BH o nono lugar na competição, mas conseguiu vencer a repescagem contra o Ilhabela e garantiu a permanência na elite do rugby nacional. Neste ano, os fluminenses também não tiveram um bom desempenho, mas a vitória contra o Rio Branco na quarta rodada deu uma motivação a mais para os jogadores.

“Pretendemos manter a evolução que temos apresentado em campo. Contra o Rio Branco, melhoramos a posse de bola e conseguimos apresentar maior poder ofensivo. Isso foi importante para o psicológico dos jogadores, pois, ao concluirmos as jogadas, sabíamos que estávamos no caminho certo e isso gerou confiança. Mas esse será o jogo mais difícil, pois mesmo que o BH não tenha feito uma boa campanha, assim como o Niterói, ambos entrarão em campo com tudo para garantir a permanência no Super 10”, explica Rafael Luna, treinador do Niterói.

Semifinais e final do Super 10 terão transmissão ao vivo do Sportv – Assim, como em 2011, as semifinais e o jogo final do Super 10 terão transmissão ao vivo pelo canal Sportv. As partidas serão realizadas no Estádio Municipal Hermínio Espósito, em Embu das Artes (SP). As semifinais estão marcadas para o dia 22 e 23 de setembro, às 13h, e a final no dia 29 de setembro, também às 13h.

Confira os locais dos jogos das quartas de final e disputa de nono lugar:

 

SPAC x Farrapos – sábado (1), 15h

SPAC – Av. Atlântica, 1448, Santo Amaro – São Paulo (SP)

Árbitro: Xavier Vouga

 

Bandeirantes x Pasteur – sábado (1), 15h

Clube das Arcadas – Av. Dr. Dante Pazzanese, 421, Vila Mariana – São Paulo (SP)

Árbitro: João Mourinha

 

Desterro x Curitiba Rugby/Unibrasil – sábado (1), 15h

Campo da Tapera – Rua Jóse Olimpio da Silva, Tapera (Trevo com a Rodovia Aparício Ramos Cordeiro)

Árbitro: Ricardo Sant`Anna

 

São José x Rio Branco – sábado (1), 15h30

Centro Esportivo Teatrão – Rua Dr. Ricardo Edwards, 95, Vila Industrial – São José dos Campos (SP)

Árbitro: Henrique Platais

 

Niterói x BH – domingo (2) – 13h30

UFF – Campus Gragoatá – Av. Visc. do Rio Branco, 1398, São Domingos – Niterói (RJ)

Árbitro: Mariano de Goycoechea

 

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) possui patrocinadores de relevância no País: Topper, Bradesco, Heineken, JAC Motors, Deloitte e Probiótica. Também participam o Grupo CCR como Incentivador e as empresas Cultura Inglesa, Companhia Athletica, Cremer, BR Properties e Travel Ace Assistance como Parceiros. O rugby é o segundo esporte mais praticado no mundo, têm 5 milhões de jogadores e está presente em 120 países. No Brasil, são mais de 100 mil seguidores, mais de 200 agremiações esportivas e 10 mil atletas registrados, números que, somados à volta da modalidade ao programa olímpico nos Jogos do Rio 2016, fizeram a International Rugby Board (Federação Internacional de Rugby) eleger o Brasil como prioridade estratégica de investimento.

Fonte: ZDL

Compartilhe
Facebook Twitter Email Delicious

Comente

*
*

Cadastre-se em nossa newsletter E-mail