Rugby Mania

Cauan Felipe

Mesmo com pouco tempo no esporte, o rugby me envolveu e mudou minha vida. Hoje, tento retribuir um pouco do que ele fez por mim. Sou jogador, diretor do Brasília Rugby e, agora, colunista do RugbyMania, ajudando a divulgar todo trabalho que vem sendo feito no Centro-Oeste. Contato: cauan@rugbymania.com.br

Twitter Cauan Felipe

Análise pós-jogo: Goianos confirma favoritismo e bate Brasília

abril 25, 2012 às 12:56h
NacionaisNotícias

 

No última sábado, pudemos presenciar uma grande partida em Aparecida de Goiânia. Seja pela festa na arquibancada,  pela organização do jogo ou pelo duro embate travado em campo, foi possível ver como o rugby está crescendo no Centro-Oeste e ganhando força em todos os aspectos. O jogo válido pela primeira rodada da Copa Brasil Central foi entre as tradicionais equipes do Goianos e Brasília.

Diante de muitos espectadores e uma chuva fina que tomou conta da cidade, o clássico foi pegado desde o início, por conta de toda rivalidade entre os dois times. Os primeiros minutos foram bem equilibrados, com a bola circulando pelo meio do campo. Mas não demorou muito para os goianos encaixarem sua linha de ataque e começarem a pressionar o Brasília, que ficou até pouco mais da metade do primeiro tempo em seu campo de defesa. A equipe brasiliense defendia bravamente e não deixava seu rival passar, mas errou ao cometer um penal e permitir que o Goianos abrisse o placar com Lucas Preazinho. Na sequencia, o Goianos foi novamente para o ataque e em uma inversão de bola, fez a oval correr até o ponta Raphael Flash que fintou a defesa do Brasília e fincou a bola no ingoal. Com a conversão do abertura goiano, a diferença aumentou para 10 pontos. Foi preciso o primeiro try para que o Brasília tomasse uma postura mais ofensiva. A equipe começou a mostrar a superioridade dos seus forwards, principalmente ganhando com facilidade as formações fixas. Mesmo levando o jogo para campo neutro e algumas vezes colocando o Goianos em sua área de defesa, a linha do Brasília não conseguia avançar, sendo muito bem anulada pelos centros goianos. Aos 30 minutos, em um novo penal, o time goiano ampliou o placar. Foi apenas no último lance do primeiro tempo, que o Brasília se reergueu. Em um scrum próximo aos cinco metros, os forwards do Brasília empurraram o pack adversário para dentro do ingoal e o scrum-half Ravi Araújo retirou a bola e mergulhou para o try. A chance de diminuir ainda mais o placar foi desperdiçada, já que o full back Mário Araújo errou a conversão (Goianos 13 x 5 Brasília).

O segundo tempo ficou marcado pelo cansaço, já que a batalha vinha sendo muito dura para as duas equipes. Mas o melhor preparo físico e a variação de ações do Goianos, além da quantidade de substituições por lesão do Brasília – quatro no total –, fizeram com que o time da casa pudesse comandar boa parte da segunda etapa. O time brasiliense ainda dominava as formações, mas não foi suficiente. O Goianos aproveitou duas grandes oportunidades com seu centro Anderson Dandão, que rompeu a defesa adversária e aniquilou a partida. Com mais duas conversões, o jogo terminou 27 a 5 para o Goianos.

Ambas as equipes mostraram grande evolução em seu sistema de jogo e no nível técnico dos seus jogadores desde o último confronto. Agora serão mais duas rodadas para disputarem, ao lado de Campo Grande e Cuiabá, o título regional e uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

 

Obrigado ao Maikon Carequinha, que colaborou com a construção do post.  =)

Compartilhe
Facebook Twitter Email Delicious

1 Comentário

  1. Hermann disse:

    Parabéns pela resenha

Comente

*
*

Cadastre-se em nossa newsletter E-mail